segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Ceia especial para comemorar o Natal




O Natal é tradicionalmente uma época de confraternização em família e amigos, com direito à ceia, árvore iluminada, enfeites natalinos e presentes. Para dar início às festividades em grande estilo, no dia 24 de dezembro, o restaurante Novedad, comandado pelo chef Rodrigo Moraes, localizado no hotel TRYP Jesuíno Arruda, administrado pela rede Meliá Hotels International, oferecerá uma deliciosa ceia de Natal especial para a ocasião. Confira as opções!


Ceia de Natal do Restaurante Novedad

Entradas

Salada Mix de Folhas com Figos, Damascos e Queijo Brie ao Molho de Mostarda de Dijon, Salada de Endívias, Pera, Gorgonzola e Amêndoas,
Salada Caesar (Alface Americana, Bacon, Cubos de Peito de Frango e Molho Caesar), Salada Caprese (Tomate, Muçarela de Búfala e Molho ao Pesto),
Carpaccio de Salmão Defumado com Lascas de Parmesão e Molho de Alcaparras, Fios de Ovos com Uvas Crimson, Salada de Bacalhau com Lentilha e Três Pimentões, Cuscuz Marroquino e Quiche de Alho Poró.

Pratos Principais

Arroz Branco, Arroz com Nozes, Passas e Amêndoas, Risoto de Limão Siciliano com Palmito, Legumes Grelhados (Aspargos, Berinjela, Abobrinha Italiana), Farofa Natalina, Batata Lyonnaise, Filé Mignon recheado com Shitake, Shimeji e Cogumelo París, Tender Assado ao Molho de Laranja e Cravo da Índia, Salmão com Crosta de Amêndoas e Macadâmias, Pappardelle com Sálvia e Presunto de Parma e Agnolotti Verde aos 4 Queijos.

Sobremesas

Merengue de Morango, Vol au Vent recheado com Frutas Silvestres,
Torta Crocante de Coco com Doce de Leite e Panetonne com Cobertura de Chocolate com Cristais de Caramelo.

Serviço:

Onde: Restaurante Novedad/TRYP Jesuíno Arruda - Rua Jesuíno Arruda, 806 – Itaim Bibí – São Paulo.
Quando: 24/12/2015 – das 20h à 02h
Quanto: R$ 139 por pessoa (incluso: refrigerantes, suco de laranja e água mineral, vinho da cave do hotel e uma taça de espumante). Taxas não inclusas no valor da ceia de Natal.
Cartões de crédito: Visa, Master Card, Diners e American Express
Crianças: até 6 anos cortesia. De 6 até 10 anos, 50% de desconto.

Estacionamento: R$ 15 (até 6 horas)
Informações e Reservas: (11) 3704-4419 ou aeb.jesuino@tryphotels.com.br

Obs. As reservas deverão ser efetuadas com 72 horas de antecedência e mediante depósito de 50%.

O TRYP Jesuíno Arruda de estilo parisiense conta com 144 apartamentos, sendo 108 na categoria Premium Room e 36 na categoria Premium King, equipados com camas exclusivas Premium, televisores de LCD 32'', TV a cabo, internet high-speed gratuita no próprio apartamento, duchas com tamanho especial, secador de cabelo, amenities exclusivos da marca, kit para passar roupas, menu de travesseiros, enxovais da marca Trussardi estilo clean, além de roupões, pantufas e um kit café/chá com ebulidor elétrico. Para os momentos de lazer, o hotel oferece os espaços de sauna e fitness center, além do serviço de massagem e do Restaurante Novedad. 

Galeria dotART inaugura exposições e lançamentos

Adriana Varejão - Foto divulgação/ Galeria DotArt

A renovada Galeria dotART, apresenta a partir de amanhã, 25 de novembro, quarta feira, a exposição coletiva “O dia se renova todo“ na galeria 1 e, na galeria 2, a primeira exposição individual do fotógrafo Fabiano Al Makul “Outros olhos para ver”. No mesmo dia, lança também os livros obra “Galáxias“, de Antonio Dias e Haroldo de Campos e “Galpão Gaveta“, de Paulo Climachauska.

Com 41 artistas e 50 obras a coletiva “O dia se renova todo dia” apresenta: pinturas, desenhos, fotografias, gravuras, objetos e esculturas. Os artistas foram convidados pelo curador Wilson Lazaro, diretor artístico da galeria,  que exibe a primeira grande mostra e apresenta o conceito da nova identidade da dotART, desenvolvida pelo designer Felipe Taborda.

Padro Varela - Foto  divulgação Geleria DotArt
O time escalado para as duas exposições e lançamentos é composto dos mais diversos idiomas: Adriana Varejao, Janaína Tschape, AnishKapoor, Leonilson, Cássio Vasconcellos, Pedro Varela, Paul Morrison, Richard Serra, FransKrajcberg, Rubem Ludolf, Tomás Saraceno, Ivan Navarro, Sarah Morris, PhilipeDecrauzat, Lygia Pape, Rubem Valentim, Rubem Ianelli, Alexander Calder, Iole de Freitas, Nelson Felix, Cildo Meireles, Michael Craig-Martin, Antonio Dias, Paulo Pasta, Paulo Climaschauska, Volpi, Andy Warhol,Wanda Pimentel, Lucia Laguna, Marina Saleme, Celso Orsini, Nelson Leirner, Anna Maria Maiolino, Paulo Campinho e Marina Rheingantz.

Sobre Fabiano Al Makul

Fabiano Al Makul é apaixonado, vai ao mundo pelo coração. Sua pesquisa não é sistemática. Os temas parecem escolhidos ao acaso, como se começasse sempre pela curiosidade. Pode ser uma canção musical, um encontro… e ao fim a imagem é sempre um gesto de afeto. Suas representações formam histórias, têm a ver com a liberdade que existe na ficção. Fantasias e sonhos: esse é sempre o começo do criar desse artista. Ele quer fazer você se emocionar diante das suas criações!

Uma boa criação é construída com amor, por nuances de cores e lembranças de lugares. Há um momento especial onde o autor captura a passagem da vida e a coloca junto com o sentir “arte”. A beleza da imagem tem o poder da transformação de cada dia vivenciado, é realidade presente em quase todas as esferas do cotidiano, da estética. Vale lembrar a história da arte e seus segmentos, que conseguiam estabelecer-se porque havia “beleza” em todos os movimentos.

A cor, o movimento e a música se unem ao desejo e à fragilidade, em momentos únicos da vida e em cada cena retratada por Fabiano nas suas composições visuais.

Sua fotografia cria um frescor raro, que está nos romances, na alma da velha-guarda do samba, nas canções populares, nas viagens, nos lugares, na arquitetura e nas pessoas… cada um, quando entra em contato com sua obra, sente que ele traz à superfície um mundo híbrido, onde os limites entre as culturas, os meios ou linguagens são cada vez mais indefinidos. É com um “olhar de beleza” que poderemos ultrapassar quaisquer fronteiras ainda demarcadas e admirar, sentir e penetrar nas criações exibidas.

O artista captura suas imagens no instantâneo da ação de ver, registrando com novo olhar as cenas do cotidiano e “escrevendo” textos com rimas de luz e sombra. Esse é o nosso poeta Fabiano!

Sobre Antonio Dias e o livro obra “Galáxias”

Antonio Dias nasceu em 1944, em Campina Grande, na Paraíba e, ainda criança mudou-se para o Rio de Janeiro. Artista multimídia, tem a pintura como elemento de forte presença em seu trabalho. Em meados dos anos sessenta, ganhou uma bolsa do governo francês e foi morar em Paris. Depois de um longo período no exterior, entre Milão, na Itália, e Colônia, na Alemanha, volta, em fins dos anos noventa, a dividir seu tempo com o Brasil, onde tem residência no Rio de Janeiro. 

O projeto desenvolvido por Antonio Dias junto com Haroldo de Campos (1929-2003) no começo da década de setenta, leva o mesmo nome do famoso livro-poema do poeta concretista – “Galáxias”. E, mais de quarenta anos depois,  ganha a participação da designer Lucia Bertazzo em sua produção.

Com edição de 93 exemplares, e grande formato – 70cm x 50cm com 7cm de altura – “Galáxias” é um estojo de fibra de vidro revestido em tecido, que contém, em cada exemplar, um conjunto de 32 objetos feitos pelo artista, agrupados e acondicionados em dez caixas de madeira impressa com peles, tema presente em sua obra.

Esses objetos de arte — todos foram realizados manualmente – revêem a trajetória artística de Antonio Dias no período dos anos setenta.

A realização de “Galáxias”, a cargo da UQ/ Aprazível Edições, demandou quatro anos de cuidadoso trabalho, com centenas de provas e protótipos, e grande diversidade de materiais empregados: tecido, acrílico, foam, plástico, algodão, pergaminho. As formas de impressão também variam entre fotogravura, tipografia, hot stamping, serigrafia e aupouchoir.

Metade da edição foi adquirida por colecionadores e importantes museus: MAC de Niterói (Coleção João Sattamini), MAM Rio (Coleção Gilberto Chateaubriand), Pinacoteca  de São Paulo e MoMA de Nova York. 

Sobre Paulo Climachauska e o livro obra “Galpão Gaveta”

A obra de Paulo trabalha, sobretudo, com a operação de subtração e de retirada. Trata-se de um déficit que vai além da abstração numérica e se aproxima de questões econômicas, sociais e políticas, mesmo quando o artista elege a natureza como tema.

No texto que acompanha a obra de 7 itens e 18 exemplares está escrito:
“O Galpão Gaveta, este que você acabou de ler, começou a ser habitado em junho de 2012. Galpão é o lugar em que o extrato dos seres e o sumo das coisas se depositam. Eles podem ser habitados, sim!, por poéticas e por traços. É o que decidiu fazer Paulo Climachauska ao recolher réguas e compassos, telas e tintas, papéis e espelhos. Tudo colecionado dentro de seu imaginário e transformado em matéria-viva: o Galpão Gaveta.”

Uma gaveta pode ser uma obra de arte? Pode. Uma não, muitas. O Galpão Gaveta, invento que se atribui ao artista Paulo Climachauska, traz dentro de si uma multidão de objetos. Vamos contar?
1. Um estojo em aço, pintado na cor laranja, de 50 x 40 cm (com 9 cm de altura) que contém... uma gaveta.
2. A gaveta, por sua vez, contém seis outros objetos.
3. O primeiro é uma pintura original sobre cartão telado em cada exemplar. Isso mesmo: um original em tinta acrílica, assinado no verso.
4. O Livro de Areia, revestido em tecido, traz arabescos gráficos do que se passa pela cabeça do artista.
5. Já o Livro dos Espelhos, também revestido em tecido, se entreabre num firmamento de números.
6. Outro estojo contém cinco gravuras e um surpreendente texto, todos impressos em serigrafia sobre acetato, revelando galpões em perspectiva – aqui denominados de “Catedrais”.
7. Uma dupla de esquadros em aço niquelado sai do berço da caixa e ficam de pé, como se esculturas fossem.

Sobre a Galeria dotART

A dotART foi criada pelo casal Feiz e Maria Helena Bahmed nos anos setenta e é uma galeria de arte pioneira na divulgação e promoção da arte  em Belo Horizonte e no estado de Minas Gerais.

Fez do seu espaço um lugar para ser, pensar, produzir, experimentar, celebrar e comercializar a arte de uma forma poética. Isso possibilitou, ao longo dos seus 40 anos de história, uma maior eficácia na relação entre o espectador e o objeto em foco.

Através da sua programação de exposições, constantemente apresenta aos mineiros um elenco de criadores com diferentes linguagens e suportes e acredita que cada objeto de arte é um canal factível com potencial para irradiar cultura, e amplia o seu campo de ação ao estimular colecionadores, arquitetos, decoradores e amantes da “Arte” com a qualidade e o frescor das criações dos seus artistas. A larga experiência e seriedade na parceria com novos valores fizeram da galeria também um posto avançado da produção mais atual da arte no Brasil e no mundo.

Agora, surge a renovada Galeria dotART, que, com planejamento e pesquisa, desenvolve um plano para a carreira de cada um dos artistas que representa na região buscando as soluções mais criativas e eficientes, apoiados em pesquisa, consultoria, curadoria, publicações e gestão de projetos para as instituições.

A renovação acontece. Fernando Bahmed e Leila Gontijo são herdeiros de Maria Helena e Feiz, atuam no mercado de arte, e assumem a galeria trazendo novo vigor para os projetos. Há uma tradição familiar se formando pois,  também a neta Luciana Junqueira, passa a fazer parte da dotART. Ao grupo, somam-se Wilson Lazaro, Diretor Artístico, e toda a equipe: Felipe Taborda, Francisco Santos, Hélio Dalseco, Ivanei Souza, Jéssica Carvalho, Robson Gomes e Sérgio Souto.

Ao longo dos últimos 40 anos, vários artistas já passaram pela galeria, que tem um acervo cuidadoso e especial: Volpi, Amilcar de Castro, Leda Catunda, Frans Krajberg, Cildo Meireles, Fernando Lucchesi, Marcos Coelho Benjamin, Iberê Camargo, Ianelli, Siron Franco, Bruno Giorgi, Amelia Toledo, Iole de Freitas, Marina Seleme, Sara Ramo, Paulo Campinho, Eduardo Sued, Sonia Ebling, Rubem Valentim, Angelo Venosa, Alexandre Calder, AnishKapoor, Leonilson; e também Adriana Varejão, Niura Bellavinha, José Bento, Fabiano AL Makul, Adriana Rocha, Regina Silveira, Gonçalo Ivo, Paulo Pasta, Nelson Felix, Daniel Senise, Iran Espirito Santo, Manfredo de Sousa, Vik Muniz, Fernanda Nanam, Cristina Canale, Ana Horta, Paulo Climachauska, Antonio Dias, Anna Maria Maiolino, Paulo Campinho, José Bechara, Judith Lauand, Hércules Barsotti, Cícero Dias, Celso Orsini, Roberto Magalhães e Wanda Pimentel, entre outros. Visite o site www.dotart.com.br


quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Rejuvenescimento, estética e beleza

Rejuvenescimento e curvas perfeitas com técnicas inovadoras


Com técnicas seguras e inovadoras, o médico Roberto Bijos, do Centro de Modulação Atlética, realiza procedimentos estéticos como a Modulação Atlética, Prótese Mamária e Lift Facial com resultados extraordinários.

Roberto Bijos (Foto Silvio Del Duca)

Sucesso em vários países entre personalidades que desejam curvas perfeitas, o médico Roberto Bijos é o criador da técnica cirúrgica Modulação Atlética em 1999/2000. Essa técnica, que revolucionou o mundo da lipoaspiração, consegue resultados animadores, quando o paciente deseja remodelar o corpo. Segundo Dr. Bijos, a Modulação Atlética permite esculpir todos os músculos frontais e laterais do abdômen e tórax num gradiente de acordo com a necessidade ou possibilidade do paciente. “Desde um abdômen levemente delineado até o conhecido six pack ou ‘tanquinho’ desejado por todos, mas que dificilmente é alcançado, salvo com anos de treinamento e rígido controle alimentar”, comenta Dr. Bijos.

A Modulação Atlética serve também para delinear e esculpir a musculatura de peitoral, braços, coxas e panturrilhas, com intuito de harmonizar todo o corpo, deixando um aspecto naturalmente atlético.

Além da técnica cirúrgica Modulação Atlética, Dr. Bijos realiza outros procedimentos como prótese, os implantes mamários, ou mamoplastia de aumento, é um dos procedimentos de cirurgia plástica mais comuns realizados atualmente. Mulheres que estão insatisfeitas com o tamanho ou tiveram alterações na forma de suas mamas podem obter mamas mais firmes e atraentes.

Nesse tipo de procedimento, a prótese é colocada em uma bolsa formada no tecido mamário. A cirurgia pode aumentar o tamanho das mamas ou deixá-las simétricas, devolver seu volume ou reconstruí-las após perda total ou parcial. A prótese ideal para você dependerá do seu biotipo, suas medidas corporais e seus desejos. “É importante lembrar que o implante mamário não consegue corrigir as mamas caídas. Nesses casos, geralmente é necessária uma suspensão mamária, que pode ser realizada em conjunto com esse procedimento”, ressalta Dr. Bijos.

O lift facial também é muito procurado no Centro de modulação Atlética por pessoas que desejam amenizar as marcas de expressão do rosto, visando rejuvenescimento da face. Ela é feita através do reposicionamento da pele e de estruturas profundas do rosto (como gordura e estruturas musculares), para devolver a harmonia perdida com o envelhecimento. Uma cirurgia feita em ambiente hospitalar, sendo sempre precedida por exames prévios. Além desses procedimentos realizados com segurança e excelentes resultados, Dr. Bijos inclui métodos como contorno corporal, entre eles destacamos a abdominoplastia que é projetada para firmar e alisar o abdômen, a hidrolipoaspiração, também conhecida como hidrolipo, e a miniabdominoplastia.

O Centro de Modulação Atlética, em São José dos Campos (SP), surgiu com um conceito inovador na área da estética. A clínica oferece um atendimento humanizado, reunindo diversos tipos de tratamentos estéticos para homens e mulheres contemporâneos que se preocupam com a estética e sentem a necessidade de remodelar o corpo.

Em amplas e modernas instalações e equipamentos com tecnologia de ponta, o Centro de Modulação Atlética conta com um corpo médico e profissionais da área estética altamente qualificados para o atendimento de cirurgia mamária, modulação atlética para homens e mulheres, o contorno corporal, cirurgia facial, e estética com ações de pré e pós-operatório, além de procedimentos estéticos para harmonização do corpo. Para saber mais, acesse: http://modulacaoatletica.com.br/